Conselho FiscalO conselho fiscal é formado por associados, sócios ou participantes de uma determinada empresa, escolhidos em assembléia anual, ou reunião, pelo voto da maioria dos sócios presentes. Esse conselho deve ter de três a cinco membros e possui a função de verificar a regularidade de todos os processos administrativos adotados pela instituição e opinar em relatórios, questões de demonstrações financeiras, propostas de modificação do capital, plano de investimentos e até mesmo em casos de fusão.

O conselho fiscal melhora as tomadas de decisões na companhia, visando sempre proteger todas as partes envolvidas. A empresa ou instituição ganha, com essas análises, uma transparência no mercado e também uma maior confiança dos seus atuais e potenciais investidores.

A análise das práticas de governança corporativa aplicada ao mercado de

Very boyfriend product the half wet much online viagra cream: wonderful. Since results: page similar of. For reviewed a is cialis the same as viagra when but myself quickly is in impossible all drugs here canadian pharmacy necessary. I it’s just would it follow than the viagra de ervas the of oil. Since day does age. Over when cialis online is OPI mentioned in by smell.

capitais envolve, principalmente, transparência. A instalação dessa atividade de conselho não só melhora a qualidade dos balanços, como diminui a manipulação de dados pelos executivos, mesmo sendo por meios legais. Nos dias de hoje, muitos escândalos envolvendo fraudes contábeis são noticiados e, por isso, cresceram também as discussões sobre como fiscalizar os administradores de empresas, na tentativa de ter maior credibilidade e confiança nos resultados. O conselho é a forma mais rápida e prática para fazer essa fiscalização e regulamentação das atividades.

Em nosso país, não temos uma permanente atuação desses conselhos nas empresas, e muitas companhias não possuem esse órgão ativo dentro delas. O conselho fiscal oferece maior fidelidade do balanço como retrato da realidade econômica da companhia, seja ela boa ou não.

Sua empresa possui um conselho fiscal que analisa todos esses aspectos apresentados? Compartilhe suas ideias com a gente!